Tarte de mel – Nigella Lawson

Olá!

Confesso que tinha um pouco de receio de fazer esta receita, se seria demasiado doce, se a massa seria enjoativa. Mas vim a descobrir ficou na minha lista de melhores tartes que já provei. Fi-la fininha em caso de não gostar, mas a coisa até correu bem, para a próxima hei-de a fazer numa tarteira mais pequena para que seja um pouco mais grossa.

A combinação de mel, sal e azeite foi uma agradável surpresa. Sabores da nossa terra sem dúvida e óptima para nos exibirmos aos nossos amigos 🙂

Vamos lá então à receita!

Ingredientes Base:

  • 225 g de farinha, trigo sem fermento
  • 1/2 c. de chá de sal fino
  • 125 ml de azeite suave
  • 60 ml de leite gordo

Ingredientes Recheio:

  • 100 g de manteiga sem sal, amolecida a temp. ambiente
  • 150 g de açúcar
  • 1 c. de sopa (15 ml) de farinha de arroz ou maizena
  • 2 c. de chá de pedras de  sal
  • 1 c. de chá de extracto de baunilha
  • 175 ml (250 g) de mel, de qualidade
  • 3 ovos L
  • 150 ml de natas
  • 2 c. de chá de vinagre de cidra

Preparação:

  1. A primeira coisa a fazer é misturar a farinha, sal, azeite e o leite até formar uma massa húmida, tem que ficar bem combinada.
  2. Coloque a mistura da massa na tarteira e calque pacientemente na base deixando um pouco mais alta nas laterais. Coloque no congelador cerca de 1 hora.
  3. Pré-aqueça o forno a 180ºC e ao mesmo tempo coloque dentro do forno uma assadeira.
  4. Derreta a manteiga num tachinho pequeno. Quando derretida, tire do lume e ponha de lado uns 5 minutos, depois acrescente o açúcar, a farinha/maizena, 2 c. de chá de sal e o extracto de baunilha. Mexa até combinar.
  5. Quando todos os ingredientes acima estiverem bem incorporados, acrescente o mel e bata os ovos na mistura, seguindo das natas e vinagre.
  6. Retire a base do congelador, despeje a mistura do mel na tarteira e coloque por cima da assadeira que está no forno por 45-50 minutos.

Quando estiver pronta, estará dourada no topo, as laterais inchadas.

  1. Deixe arrefecer por 2 horas. A tarte saberá melhor quando estiver bem arrefecida. Poderá ainda por umas pedrinhas de sal por cima.

E prontinho 🙂

Fiquei tão contente de a tarte ser deliciosa. Ofereci umas fatias e a resposta foi sempre positiva. Ás vezes, sabe tão bem arriscar 🙂

DSC06183

Bom aproveito e até à próxima receita!

 

Beijinhos e abraços,

Rose*

Advertisements

About Lucy Sophie Rose

Reacendi a paixão pela cozinha, após uma lesão que me levou a ficar em casa. Pôr a música alta, fechar a porta e cozinhar, fazer bolos, tartes, seja o que for que me apeteça fazer naquele momento. Pois é um momento só meu que irei partilhar com B. no final.
This entry was posted in Mel, Tartes and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s