Croque madame

Olá!!

A história do croque não tem  nada demais. A primeira aparição deste prato é datada de 1910 num café parisiense e foi mencionado pela primeira vez numa novela de Marcel Proust publicada em 1919. Seu nome é a combinação de croquer, que significa crunch, o barulhinho crocante que se faz na primeira mordida, visto que é tostado, e monsieur significa senhor.

Existem algumas adaptações da receita. A mais conhecida é a croque madame(Senhora Crunch), levando um ovo frito em cima.

E é uma versão da Croque Madame que vou partilhar.

Ingredientes para 2 pessoas:

  • 120 g de créme fraîche*
  • 100 g de Queijo ralado, eu usei o Cheddar
  • 20 g de mostarda Dijon
  • Sal e Pimenta q.b.
  • 4 fatias de pão, usei caseiro
  • 2 fatias de queijo (depende do tamanho da fatia de pão)
  • 2 fatias de fiambre
  • 2 ovos

Preparação:

Pré- aqueça o forno a 200ºC

  1. Em uma tigela misture junto o creme fraiche, queijo e a mostarda Dijon em conjunto , em seguida, tempere com sal e pimenta. Comece por montar a sanduíche com primeiro: uma fatia de pão seguido da mistura de queijo e o creme, a fatia de fiambre e uma de queijo, cubra com outra fatia de pão. De seguida, uma camada final da mistura de queijo no topo. Repita com as outras fatias de pão.

  2. Coloque as sanduíches em uma assadeira e leve ao forno por 10 minutos.

  3. Frite 2 ovos, mas não em demasia, a gema quer-se liquida.
  4. Retire os sanduíches do forno e coloque o forno no grill, rale um pouco de queijo no topo das sanduíches e coloque debaixo do grelhador do forno e toste.
  5. Quando estiverem douradinhas, retire do forno e coloque o ovo no topo da tosta.

Sirva de imediato e delicie-se 🙂

créme fraîche

*Crème fraîche, como o nome indica, é um lacticínio de origem francesa e usado na culinária daquele país, proveniente duma ligeira fermentação bacteriana duma nata ou creme de leite pasteurizado. [1] Portanto, ao contrário do que o nome pode fazer crer, não se trata de um creme de leite fresco, acabado de separar do leite, mas dum produto já elaborado. No entanto, com a globalização cultural, o produto entrou na culinária de muitos países, mantendo a sua designação francesa. O crème fraîche é mais líquido que o creme azedo e melhor para cozinhar, uma vez que pode ser fervido em lume brando num cozinhado, que não talha. Além disso, pode ser servido simples com fruta fresca, vegetais cozidos e para temperarsopas ou batata assada.

Uma tosta mais finória para um brunch. Podem até acompanhar com uma salada, ou umas batatinhas fritas e fazem uma refeição mais completa, como a francesinha.

DSC06242

Espero que gostem!

Até à próxima receita!

Beijinhos e abraços,

Rose*

 

Advertisements

About Lucy Sophie Rose

Reacendi a paixão pela cozinha, após uma lesão que me levou a ficar em casa. Pôr a música alta, fechar a porta e cozinhar, fazer bolos, tartes, seja o que for que me apeteça fazer naquele momento. Pois é um momento só meu que irei partilhar com B. no final.
This entry was posted in Pão, Tostas and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s