Pizza base couve-flor

Olá!

Se és intolerante ao glúten, ou apenas queres mudar a rotina e adoras pizzas, esta base de pizza de couve-flor é a solução. Prepara-te para uma consistência menos estaladiça e uma textura mais delicada, mas muito saborosa.

Ao finalizar a pizza com os sabores fortes do queijo, do tomate, das ervas aromáticas e de outros ingredientes vai perceber que afinal esta base de couve-flor é uma reinvenção muito bem conseguida e uma óptima alternativa à base normal.

Vamos lá!

Ingredientes:

  • 2 chávenas de couve-flor
  • 1 ovo, batido
  • 1 chávena de queijo ralado, na hora
  • molho de tomate caseiro
  • toppings à vossa escolha

Processo:

  1. Pré-aqueça o forno a 200ºC
  2. Lave e prepare a couve-flor em pedaços pequenos. Descarte as folhas. Triture a couve-flor num processador (ou rale) até ficar em migalhas (um pouco maiores do que pão ralado). Não deverá ficar demasiado pastoso.
  3. Aqueça a couve-flor ralada numa frigideira – não adicione óleo ou água – use lume médio, não muito quente. Mexa até que a couve-flor seque um pouco, não vai secar completamente. Aquecer pelo menos uns 10 minutos, apenas o suficiente para evaporar a humidade. Retire a frigideira do lume e reserve para permitir que a couve-flor esfrie ligeiramente.

  4. Numa taça, junte o ovo já batido e o queijo ralado e misture. Assim que a couve flor estiver arrefecida, junte ao preparado e misture bem até conseguir formar uma bola.
  5. Coloque a ‘bola’ num tabuleiro forrado com papel vegetal e com as mãos pressione até ficar uma base ao seu gosto.
  6. Coloque a base no forno por 15-20 minutos, até ficar mais douradinha e firme. Retire do forno.
  7. Coloque os toppings favoritos e coloque novamente no forno por 10 minutos ou até o queijo por cima ou os toppings ficarem prontos.

Não fica uma pizza crocante, mas fica deliciosa 🙂

14291834_10210757125068069_1202189842529392111_n

A foto não é das melhores, desculpem. 🙂

Até à próxima receita!

Beijinhos e abraços,

Rose**

Advertisements

About Lucy Sophie Rose

Reacendi a paixão pela cozinha, após uma lesão que me levou a ficar em casa. Pôr a música alta, fechar a porta e cozinhar, fazer bolos, tartes, seja o que for que me apeteça fazer naquele momento. Pois é um momento só meu que irei partilhar com B. no final.
This entry was posted in Massas, Paleo, Pequeno-almoço, Tartes and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s