Caldos caseiros

Olá!

Hoje vamos falar de caldos caseiros e dos seus benefícios.

Se não fazem caldo de ossos regularmente, eu vou-vos incentivar a começar hoje! É uma adição incrivelmente saudável e muito barata para qualquer dieta e as versões caseiras batem qualquer caldo comprado no supermercado, têm mais sabor e nutrição.

O que são caldos?

  • Caldo é uma infusão de minerais ricos feitos por ossos de animais saudáveis com legumes, ervas e especiarias. Se entrarmos numa cozinha de qualquer restaurante de 5 estrelas ou menos até, encontraremos grandes frascos cheios de caldo ou grandes panelas a fazer, por seus grandes usos culinários e sabor incomparável, mas também porque é um poderoso tónico de saúde que nós podemos facilmente adicionar à dieta da vossa família.

  • Caldo é um alimento tradicional que as nossas avós provavelmente faziam muitas vezes (e se não, sua bisavó definitivamente fez). Muitas sociedades ao redor do mundo ainda consomem caldo regularmente, pois é um alimento denso, barato e altamente nutritivo.

  • Além de sabor incrível e usos culinários, caldo é uma excelente fonte de minerais e é conhecido para impulsionar o sistema imunológico (canjinha com caldo de galinha quando estamos doentes, lembra-vos algo?) E melhorar a digestão. Seu alto teor de cálcio, magnésio e fósforo torná-lo óptimo para a saúde dos ossos e dentes. Caldo de osso também suporta articulações, cabelos, pele e unhas devido ao seu alto teor de colágeno. Na verdade, alguns até sugerem que ele ajuda a eliminar a celulite porque ele suporta o tecido conjuntivo liso.

  • Caldo também é útil para ter à mão quando alguém na família fica doente, pois pode ser uma bebida calmante e impulsionar o sistema imunitário durante a doença, mesmo quando a pessoa não sente vontade de comer. O caldo é muito elevado nos aminoácidos prolina e glicina, que são vitais para o tecido conjuntivo saudável (ligamentos, articulações, órgãos, etc.)

Tipos de Caldo:

  • Caseiro, nutriente caldo ósseo denso é incrivelmente fácil e barato de fazer. Não há comparação com as versões compradas no supermercado, que muitas vezes contêm Glutamato monossódico ou outros produtos químicos e que carecem de gelatina e algumas das outras propriedades que estimulam a saúde do caldo caseiro.

Ao seleccionar os ossos para caldo, procure os ossos de alta qualidade de gado de pasto, aves do campo, ou peixe selvagem. Uma vez que nós estaremos extraindo os minerais e bebendo-os em forma concentrada, nós queremos ter certeza de que o animal estava tão saudável quanto possível.

Existem vários lugares para encontrar bons ossos para os caldos:

  • Guardar os ossos do frango, peru, pato ou ganso assado que fizeram.
  • Quintas de pastagem natural
  • Talhos em que confirmem que os animais são de boa qualidade

Receita:

Caldo de ossos:

  • 500 gr a 1 kg de ossos,de preferência com o tutano
  • 1 cebola
  • 2 cenouras
  • 1 c. de chá de grãos de pimenta (eu uso o rosa)
  • 2 folhas de louro
  • 2 dentes de alho
  • 2 c. de sopa de vinagre de cidra, bio

Processo:

  1. Colocar os ossos numa panela, cobrir com água e adicionar o vinagre, deixando a mistura descansar por 20-30 minutos. Isto faz com que o ácido do vinagre active os minerais.
  2. Adicionar os vegetais, colocar em lume médio alto até começar a ferver. Deixe ferver por um ou outro minuto e baixe o lume e cozinhe durante 4 a 8 horas. Quanto mais tempo de cozimento, mais concentrado e rico em nutrientes o caldo ficará.
  3. Desligar o lume e coar o caldo, retirando as partes sólidas que restaram. Beber morno ou esperar esfriar e armazenar no frigorífico em pequenas porções.

Como guardar o caldo?

  • O caldo de ossos deve ser armazenado em recipientes de vidro ou de plástico em pequenas porções. Poderá ficar no frigorífico cerca de 5 dias, e no congelador até 3 meses.Se preferir pode armazenar em formas de gelo. Para utilizar, pode-se adicionar 1 colher de sopa ou 1 cubo de gelo dessa gelatina em outras preparações na cozinha, como sopas, cozidos de carne, etc.

Caldo de frango (exactamente como o de ossos, mas com frango caseiro):

  • 1 frango do campo, inteiro (ou somente as asas, pescoço e patas, e os miúdos)
  • 1 cebola
  • 2 cenouras
  • 1 c. de chá de grãos de pimenta (eu uso o rosa)
  • 2 folhas de louro
  • 2 dentes de alho
  • 2 c. de sopa de vinagre de cidra, bio

O processo é exactamente igual, mas de menos tempo, entre 2 a 4 horas. Coar e guardar.  Eu uso o frango inteiro, porque depois posso desfiar o frango para outra refeição, ou pôr no forno e assar.

O melhor de tudo nestes caldos é a gelatina que forma porque reduz a inflamação, mantém a saúde das articulações, protege os ossos e dentes, previne a ansiedade e como é rica em colágeno: previne o envelhecimento precoce e mantém os cabelos, pele e unhas saudáveis.

dsc06465

Caldo de Ossos

 

dsc06471

Caldo de galinha

E pronto, espero que fiquem entusiasmados para fazer o vosso próprio caldo 🙂

Até a uma próxima receita!

Beijinhos e abraços,

Rose**

Advertisements

About Lucy Sophie Rose

Reacendi a paixão pela cozinha, após uma lesão que me levou a ficar em casa. Pôr a música alta, fechar a porta e cozinhar, fazer bolos, tartes, seja o que for que me apeteça fazer naquele momento. Pois é um momento só meu que irei partilhar com B. no final.
This entry was posted in AIP, Paleo and tagged , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Caldos caseiros

  1. Hum…tenho que experimentar isto 🙂 ❤

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s